Please reload

DIRETRIZ EUROPEIA DE TERAPIA NUTRICIONAL EM PACIENTES COM CÂNCER: MACRONUTRIENTES

May 1, 2017

Recentemente, foi publicada a nova diretriz europeia de nutrição em pacientes oncológicos. Nesta, discute-se sobre o tipo e a quantidade adequada de macronutrientes que devem ser utilizados nestes pacientes.


Em relação às proteínas, os autores pontuam que sua ingestão elevada promove anabolismo proteico muscular em pacientes com câncer, o que pode justificar o uso de fórmulas contendo alta concentração de aminoácidos, e recomendam uma oferta proteica entre 1,2 a 2 g/kg/dia, especial-mente se o paciente estiver restrito ao leito (inatividade) e/ou na presença de inflamação sistêmica. Ressaltou-se ainda que, de acordo com uma recente revisão da literatura, a dose de aminoácidos para alcançar um balanço positivo nestes pacientes pode estar por volta de 2 g/kg/dia.


Quanto à composição de misturas de aminoácidos, há um consenso de que a grande maioria dos pacientes com câncer, que necessitam de terapia nutricional por períodos curtos de tempo, não precisam de mistura de aminoácidos específicos.


Os autores ressaltam que a utilização de grandes quantidades de emulsão lipídica à base de óleo de soja (TCL) tem sido questionada, em razão do alto teor de ômega 6 presente na composição e sua associação com um aumento na produção de citocinas pró-inflamatórias. Por outro lado, as emulsões lipídicas enriquecidas com ômega 3 agem de forma antagônica suprimindo ou atenuando a resposta inflamatória

 

. Entretanto, faltam estudos científicos que comparem os efeitos das diferentes emulsões sobre os resultados clínicos de pacientes oncológicos.

 

Finalmente, em relação à glicose, a recomendação é de que, em pacientes com câncer que apresentam perda de peso e resistência insulínica, aumentem a quantidade de energia proveniente de lipídio em relação à quantidade proveniente de carboidratos. A vantagem adicional dessa substituição de carboidrato por lipídio está no fato de que uma oferta maior de glicose gera um balanço hídrico positivo, visto que a glicose reduz a excreção renal de sódio e, também, a perda de líquido extracelular.

 

 

Referência:
Arends J, Bachmann P, Baracos V, Barthelemy N, Bertz H, Bozzetti F, Fearon K, Hütterer E, Isenring E, Kaasa S, Krznaric Z, Laird B, Larsson M, Laviano A, Mühlebach S, Muscaritoli M, Oldervoll L, Ravasco P, Solheim T, Strasser F, de van der Schueren M, Preiser JC. ESPEN guidelines on nutrition in cancer patients. Clin Nutr. 2016 Aug 6.

 

 

www.farmoterapica.com.br

 

Central V.O.C.E.
(dúvidas, sugestões, elogios e reclamações)
0800 127 521  |  Opção 4

voce@farmoterapica.com.br

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes
Atualizado em 30 de agosto de 2017
Farmoterápica

 √ As informações contidas neste site são destinadas ao público leigo, estudantes e profissionais da área da saúde

Segunda a Sexta das 08h às 18h

Sábado, Domingo e Feriado das 08h às 18h

Plantão (BIP) das 18h às 08h

SP e Grande SP (11) 5086-3044

Demais localidades 0800 127 521

(chamadas originadas de telefone fixo)

atendimento@farmoterapica.com.br

Av. Brasil, 460, Navegantes

CEP 90230-060, Porto Alegre, RS

Rodovia SP-073, 4509, mód 12, Distrito Ind. Domingos Giomi

CEP 13347-390, Indaiatuba, SP

A missão do site da Farmoterápica é contribuir com informações sobre a Terapia Nutricional e criar um canal de comunicação com o cliente externo.